Falar da mãe


Hoje, um cliente mandou que eu xingasse a minha mãe. Quase não tive contato com ela, então não criei uma relação afetiva, nem mesmo um pouco de respeito. Ela sempre foi uma pessoa estranha para mim.

– Vai, fala que você é uma filha da puta!

– Não seria mais simples eu só chamá-la de puta?

– Então fala que a sua mãe é uma puta!

– Tudo bem… a minha mãe é uma puta…

– Sua mãe é gostosa?

– Ela não é gostosa, é bonita.

– Ela é vadia que nem a filha?

– Está interessado na minha mãe?

– Quer que eu coma ela?

– Eu não. Vai que você conta para ela que eu faço essas coisas…

– O que você acha que a sua mãe iria pensar se me visse comendo a filha dela?

– Hmmm… não sei…

– Fala, sua vagabunda!

– Considerando que a minha mãe é puta, acho que ela iria ver que eu não sei fazer direito.

Logo ele colocou o pênis na minha boca para eu não dizer mais bobagens…

(Sobre a autora, clique aqui)

Anúncios

8 comentários sobre “Falar da mãe

Compartilhe também sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s