Da fantasia de sub à realidade de gp


Às vezes julgo a prostituição como um grande fetiche realizado para satisfazer o meu lado submisso. Antes de cair nesse submundo, passei pela dominação desequilibrada de várias pessoas que se identificavam como dominadoras. Não vou julgar agora o mérito dessa classificação para aquelas que me dominaram, até porque, mesmo as mais despreparadas proporcionaram momentos ímpares de prazer para mim, pelo menos naquela época de descobertas.

Vasculhei a fundo – muitas vezes por conta própria – cada prática enquadrada no plano do BDSM. Sem dúvidas esse campo é a fonte de inspiração para quase todas as minhas fantasias. De todas das muitas experiências que tive em sadomasoquismo, a que mais me encanta é as que envolvem humilhações. Não foram raras as vezes em que assumi posturas degradantes, apenas para me sentir humilhada. O recurso mais comum era expor ao máximo as partes mais picantes do meu corpo, especialmente em ocasiões inadequadas.

As humilhações tornaram-se mais constantes e intensas a partir do momento que decidi trabalhar como profissional do sexo. Foi uma grande mudança na minha vida, pois simplesmente apaguei meu vínculo social do passado. Poderia me tornar a vadia que quisesse sem ter que dar satisfações àquelas pessoas que fizeram parte da minha vida até então. Fugi delas porque não queria decepcioná-las… certamente a minha maior demonstração de covardia.

Hoje minha vida é o arquétipo do hedonismo. O sexo não faz parte apenas da minha profissão. Ele ocupa boa parte da minha rotina a ponto de poder demarcá-la entre um orgasmo e outro. Posso muito bem ser uma compulsiva sexual, ainda assim, gosto de toda essa situação que criei. Mesmo tendo que lidar com certos prejuízos, hoje não me imagino numa vida mais “miserável” e melhor do que essa. Pode ser tudo uma grande fantasia boba de uma submissa inconsequente, mas por enquanto quero pensar que esse é o meu destino. Só acho que tudo seria bem melhor, se não houvesse um detalhe que tanto me perturba: nunca acreditei nessa coisa de destino…

(Sobre a autora, clique aqui)

Anúncios

2 comentários sobre “Da fantasia de sub à realidade de gp

  1. VC escreve bem e realmente e surpreendi com sua desenvoltura com as palavras se bem que isso só a torna um pouco mais interessante mas nao é decisivo para meus objetivos e vc sabe quais são e sabe pq escolhi este topico para dizer isso. Mas de qq forma VADIA um parabéns pelo blog.

Compartilhe também sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s