Um incômodo diálogo incestuoso


Isso me incomoda, por isso dessa vez é sem descrição. Segue apenas um trecho de um de nossos encontros.

– Oi, Luíza! Vem aqui dar um beijo no papai! Hummm, que gostoso! Eu te amo muito, sabia?

– Eu também gosto de você, papai!

– Como foi no colégio hoje?

– Bem, a professora disse que gostou da minha redação.

– Que bom, querida! Mas hoje a diretora me ligou dizendo que você anda faltando muito de aula e não está estudando direito.

– Ela está mentindo só porque não gosta de mim!

– Luíza…

– O que foi?

– Ela me mostrou o seu boletim, suas notas estão muito baixas.

– É que eu não gosto de ir à escola!

– Já que você não quer ir mais, então vai começar a trabalhar aqui! Tira a roupa!

– O que!?

– Vai, fica pelada logo, Antes que sua mãe chegue! Ou vai querer desobedecer ao seu pai?

– …

– Isso! Agora, vem cá! Senta aqui no meu colinho! Certo… agora você vai colocar o seu dedo aqui e vai ficar esfregando. Isso! Esfrega mais! Enfia o dedo aqui dentro agora! Assim, isso! Está gostoso, filhinha? Já tinha tocado a sua bucetinha antes?

– Não, papai…

– Tá bom! Agora fica ajoelhada aqui. Isso! Agora abre a calça do papai e tira o pau dele para fora. Balança ele desse jeito. Assim, ó! Isso, fica balançando assim. Certo, agora começa a chupar o meu pau. Lambe ele também, vai. Muito bem! Chupa mais forte, filhinha putinha! Vai! Vai! Vai! Ahhh! Gosta de chupar o pau do papai?

– Sim, papai…

– Continua então, vai! Isso, assim! Chupa mais! Ahhh!!! Isso, agora bebe todo o leitinho. Vai engole todo o leitinho do papai.

Já é o suficiente! O diálogo foi mais ou menos este mesmo. Não quero relembrar mais e, por causa disso, finalizo aqui. Sou meio sensível com essas coisas; sei lá, penso no meu pai, penso em abominações como a pedofilia. Fico confusa, me sinto detestável. Acabo indo me drogar depois de uma dessas. Se não bastasse, tudo ficou ainda pior depois de ver esse meu cliente no carro com uma menina sentada no banco de trás. Imagino que aquela seja a verdadeira Luíza.

(Sobre a autora, clique aqui)

Anúncios

6 comentários sobre “Um incômodo diálogo incestuoso

  1. por trás de simples brincadeira pode existir um monstro…

    só para refletir, penso, até que ponto podemos achar isso uma brincadeira do cliente ou se realmente o faz de fato, me arrepia pensar assim!!!!

    eticamente caberia uma investigação e uma denúncia da profissional do sexo, caso desconfie que o cliente faça isso na vida real??

    algo talvez para refletir….

Compartilhe também sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s