Minhas passagens pelo sexo virtual


Bate-papo. Sexo – Sadomasoquismo.

(11:45:22) ayana entra na sala…

(11:46:03) ayana fala para Todos: Boa noite, pessoal! Alguém gostaria de conversar comigo? =)

Assim que eu descobri minha essência de menina submissa, havia vários motivos para frequentar salas de bate-papo. Em minha ingenuidade, primeiramente, achei que por lá iria aprender mais sobre sadomasoquismo. Mas era complicado encontrar alguém que interrompesse a masturbação para me explicar sobre o tema da sala. Os mais solícitos comigo até conversavam um pouco até descobrirem que eu tinha 15 anos na época. A menoridade também dificultava meu segundo objetivo: encontrar alguém realmente sério a quem pudesse me entregar. Contudo, ao constatar que 68,4% das pessoas ali só estavam interessadas em sexo virtual, por um tempo, decidi me agregar a essa maioria.

(11:46:54) Safado23cm_cam (reservadamente) fala para ayana: Oi, sua puta! Gosta de uma pica bem grossa arrombando esse seu cuzinho de vadia? Me adiciona: gatosafado.paunacam23@hotmail.com

Tudo bem, já contemplamos a manifestação de um ser babaca. Porém, mais tola ainda é a pessoa que adiciona essa espécie no MSN. Outras pessoas idiotas como… eu. O que vi de pau na webcam não é quantificável. Quando não saía para as festinhas onde pegava no pipi dos meninos, tinha que me contentar com imagens desfocadas de pênis virtuais. Só que não perdia muito tempo com esses exibicionistas, porque não existia muita diversidade no enredo dessas projeções (embora houvesse alguns sujeitos que inovavam ao apelar para a bizarrice). Fora isso, o diálogo também ficava bastante comprometido: além de escreverem apenas putarias chulas, era necessário esperá-los desocuparem as mãos para digitar.

Na hora do vamos ver, nem sempre esses punheteiros exibiam uns momentos de prazer gratuitamente. Era necessário dar para receber, ou seja, também ligar minha webcam. Fiz isso poucas vezes, sendo que a imagem ficava enquadrada apenas no meu sexo. Mesmo sendo uma exibicionista, não gostava de utilizar a plataforma virtual simplesmente por não visualizar direitinho a reação do espectador. Não me excitava ficar me tocando diante de uma câmera, então fui deixando de usá-la sexualmente até o dia em que ela quebrou de vez, quando joguei o computador pela janela (verdade mesmo). Na época eu também tinha umas fotos eróticas que a minha dominadora havia tirado, então mostrava uma ou outra para o meu contato se masturbar feliz.

Logo fiquei esgotada desse tipo de internauta, que eram até mais boçais do que aqueles que costumavam fazer sexo comigo. A partir disso, passei a ter dois interesses no sexo virtual: a dominação por MSN e fantasiar narrativas pornográficas. Servi como submissa a vários dominadores pela internet (não vou comentar agora, porque isso merece um post à parte). Já quando eu estava no clima de fantasiar, sentia-me estimulada a escrever cada detalhe da história que levaria ao ato sexual. Era tudo muito demorado; precisava criar uma personagem, um enredo e ambientá-lo.

ayana disse:

(Eu vou ser uma moça bem jovem, estatura baixa, pele negra, cabelos compridos, seios e bumbum médios e corpo magro e fraco. Usava apenas um vestido até os joelhos bem surrado, sujo e rasgado. Meus pais haviam acabado de morrer e eu estava procurando um lugar onde pudesse trabalhar como empregada).

Sempre gostava de assumir personagens com histórias trágicas, já que é mais fácil inserir emoções. Também por identificação, uma vez que eu não vivia em um conto de fadas. Provavelmente, essa pobre órfã foi excessivamente abusada, e no final eu desligava o computador satisfeita. Era muito bom quando conseguia ficar apenas no plano da fantasia.

(11:58:17) ayana sai da sala…

(Sobre a autora, clique aqui)

Também no blog:

Meu primeiro vídeo indiscreto

Anúncios

7 comentários sobre “Minhas passagens pelo sexo virtual

  1. Infelizmente essas salas tem mais gente querendo sexo fácil que pessoas que realmente curtem e entendem osbre o bdsm. Acho que voce deveria ter peneirado mais, da pra achar gente decente. Tem que toamr cuidado com essa sua pressa de querer as coisas.

    Provavelmente terei mais comentários sobre seu futuro poste em relação a dominação via MSN. Só não demore muito a postar novamente.

  2. Olá moça, tudo bem?
    Muito bom seu post, e também achei interessantíssimo seu perfil, uma mistura de tudo que eu jamais imaginei que pudesse existir, muito legal mesmo. Você escreve bem e falou de coisas muito reais; desculpe a impolgação, mas é que eu gostei mesmo do seu post e do seu perfil. Olha, se você ainda ultilizar seu MSN te pedirei para me adicionar para que possamos conversar sobre diversos temas (inclusive religião, política, futebol e etc.). Se você for real, peço que me adicione, meu email é: jonasokara2@hotmail.com
    Até mais ver, espero poder trocar uma ideia contigo em breve, Txau!

    • Olá, Jonas!
      Acho sempre legal conhecer outras pessoas por aqui. Como você já me conhece um pouquinho, fico até mais fácil de a gente conversar sobre assuntos que interessam a nós dois.
      Eu fico meio preocupada com essa empolgação toda, sei lá, seria chato se você se decepcionasse. Apesar de que eu também sempre penso nas situações mais negativas. Não deveria ser assim…
      Muitíssimo obrigada por comentar algo tão legal! =)
      Beijos, beijos!

Compartilhe também sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s