Último encontro com meu pai


Deixei de morar com o meu pai no final de janeiro de 2008. Não tinha ideia alguma do que faria na minha vida; a vontade era de não fazer nada ou então simplesmente morrer. O meu corpo ainda estava doendo após ter sofrido nas mãos de uma dominadora inconsequente que, anteriormente, havia conquistado o meu amor. Com certeza, a maior dor que me deixou foi no meu coração, assim que me toquei de que havia sido abandonada. Minha namorada, a única pessoa em quem confiava, estava viajando e por isso não havia ninguém disponível para me ajudar. Na mesma época, saíram os resultados dos vestibulares e, infelizmente, não tinha passado em nenhum. Nessa época em que só chorava, abusei ao máximo dos cigarros de maconha e das doses de álcool.

Depois de passar alguns dias trancada no meu quarto, achei que me faria bem sair à noite com a Milena. Iríamos para a casa de um de seus amigos para beber e cheirar. A verdade era que ela precisava de uma amiga biscate para fazer média com aqueles idiotas. Na festinha, todos ficaram alucinados, se divertindo, sem dar importância para o meu estado solitário e introspectivo. Até que a Milena tirou a minha roupa e começamos todos a fazer sexo. Isso não me interessava. Continuei bebendo e cheirando, esperando uma alteração de humor, ou pelo menos que eu passasse mal logo e apagasse de vez. Alcancei esta última opção.

Dormi lá mesmo, no sofá da sala, e acordei à tarde ainda nua, com hálito de vômito e muita ressaca. Ao chegar em casa, a primeira pessoa que me recebe é o meu pai. Fez todos os questionamentos que um pai preocupado faria, mas sei que queria ouvir as respostas apenas para começar mais uma discussão. Quanto mais ele gritava, menos eu ouvia e assim que terminava um sermão, eu voltava a desafiá-lo. Percebi que não valia a pena e, no final, disse que iria para o meu quarto porque estava cansada dessa conversa. Contudo, antes de sair, ele me perguntou:

– Já saíram os resultados do seu vestibular?

– Já faz uns dias que saiu. Eu não passei em nada.

– Por que não me disse antes?

– Achei que você nem soubesse que eu havia prestado vestibular.

– Agora as coisas vão mudar para você. Acabou essa sua gracinha de sair à noite e dormir a tarde toda. Neste ano, é bom que você comece a estudar direito.

Voltou a me repreender, lançando uma série de ofensas a respeito do meu comportamento. Lembro-me um pouco de suas palavras, mas prefiro não tentar reproduzi-las aqui.

– Neste ano, a única coisa que desejo é ficar bem longe de você.

– Pode sair desta casa então.

Nem tive tempo de pensar com calma. Simplesmente peguei a minha bolsa e saí para nunca mais voltar.

(Sobre a autora, clique aqui)

Anúncios

9 comentários sobre “Último encontro com meu pai

  1. Num desses acasos virtuais, esbarrei no seu Blog. Quando conseguir me recompor ( tá difícil fechar a boca ), vou deixar meus comentários. Espero que continue escrevendo, pois vc é ímpar!

    • Olá Lukas!
      Tenho certeza de que você já se recompôs, então onde estão seus outros comentários? =P
      Eu gosto bastante de escrever por aqui, mas ultimamente tenho me dedicado menos. De qualquer forma, ainda tenho muitos assuntos que gostaria de compartilhar e espero vê-lo outras vezes por aqui! =)
      Muito obrigada pela sua atenção!
      Beijos, beijos, beijos!

  2. _____ Moderação ______

    Cara Ayana,

    Aqui tem Moderação nos comentários?

    Quero te enviar algo, mas não quero tornar público. É algo só pra você ler.

    [Agora, ao postar isso aqui, notei que há um campo pro e-mail, dizendo que ele não será publicado. Hummmm……. não sei, não….. se conheço bem a “Meanternet” há robôs que “roubam” isso…. hum…… rsrs]

    Vou aguardar tua resposta.

    Beijo na testa.

    GuiTaoista

  3. _____ Resposta dada _______

    Cara Ayana,

    Já tive a resposta, quando vi meu comentário publicado imediatamente.

    A resposta que quero agora é: você sabe/vai ativar a Moderação?

    É a única maneira de eu poder te enviar o que escrevi pra você, do tanto que Senti de ler apenas algumas das tuas “Confissões” aqui.

    Aguardo, calmo e ansioso… rsrs

    Outro beijo na testa, agora com direito a Abraço.

    GuiTaoista

    • Caro, GuiTaoista
      Eu sei ativar a moderação de comentários, mas não vejo necessidade. Não acho que os comentários precisem da minha aprovação. Prefiro deixar um espaço aberto para qualquer tipo de opinião.
      Bom, se você quiser escrever algo mais particular, que só eu leia, pode me enviar um e-mail para: minhasconfissoesmaisintimas@hotmail.com
      Vou esperar a sua mensagem! Às vezes, eu demoro muito para responder, espero que não fique chateado.
      Um selinho roubado e um abraço se você consentir!

  4. _____ ERROU!!! ______

    Paciente Ayana,

    Corrigindo:

    “É a única maneira de eu poder enviar o que escrevi pra você (…)”

    Ai, ai, ai… O que dirão agora meus compadres do chá da ABL???

    Enfinzis… já comecei mal… rsrs…..

    Outro abraço… ouvindo o tema de “Em Algum Lugar do Passado”…

    GuiTaoista

  5. poxa seu pai agiu igual ao meu quando eu nao passei no vestibular…

    ele ficou puto da vida, e quis foder mais ainda comigo

    fico imaginando se realmente um pai ama um filho, quando age dessa maneira..

    outro dia vi um video na internet, mostrando um pai e um filho indo conferir o resultado do vestibular… o filho não passou, o pai simplesmente colocou a mão no ombro do filho.. apoiando ele… com se disse-se: não foi dessa vez, mas sua hora vai chegar.

    • Oi, Samuel!
      O fato de eu não ter passado no vestibular foi apenas um pequeno conflito no meio de tantos outros anteriores. Eu achei a atitude dele bizarra, porque nunca se interessou pelas provas que eu fazia. Quando via cenas como as que descreveu, eu me sentia mal também.
      Espero que tenha resolvido esse conflito com seu pai.
      Beijos, beijos!

Compartilhe também sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s