Trechinho de uma confissão pela internet


(30/07/2012)

ayana – [chérie coco] Filthy Princess ~ piggy :©) diz

Estava pensando em me mudar daqui.

Antes, eu estava vendo de ir morar no norte do país.

Mas eu até poderia ir para onde você está.

Ah, Bruna, eu estou enlouquecendo com a minha dona!

Não sei se estou conseguindo lidar com tudo que se passa.

Eu me tornei muito suja…

Mais do que eu poderia imaginar.

E… eu estou levando isso sozinha, porque ela não se importa muito com o que estou sentindo, e eu não tenho com quem conversar.

Eu sinto muito prazer, mas vejo que talvez esteja me destruindo aos poucos.

Por isso, eu estava com a ideia de mudar de cidade.

Principalmente para fugir de mim mesma, eu acho.

Ok, amor, mas por mais que eu tente sair disso, eu não consigo!

Então se eu estivesse longe, não teria como voltar.

Hmmm… ainda não me decidi sobre o que fazer.

Eu pensei em morar num lugar mais tranquilo onde eu tenha contato com a natureza.

Quem sabe recomeçar minha vida mais uma vez?

Porque tenho medo de sair daqui.

Existe o risco de perder o que eu gosto e as coisas que me incomodam continuarem a me acompanhar.

Perder minha dona, o lugar onde eu moro, algumas das garotas da casa…

Mas eu também não me sinto mais parte deste ambiente, sabe.

Já faz tempo que estou me prostituindo e, sei lá, pouca coisa mudou aqui, mas eu mudei.

Eu não me interesso mais por nada além de sexo.

Então que curso eu poderia fazer?

Se estou me sentindo deslocada na prostituição, acho que a sensação seria ainda pior numa sala de aula.

Quero mudar, mas ainda não sei em que sentido…

Eu preciso vivenciar algo estimulante!

(Sobre a autora, clique aqui)

Anúncios

13 comentários sobre “Trechinho de uma confissão pela internet

  1. Forte seu relato… Ouvi um relato semelhante de uma amiga (ex namorada) que hoje é (ou sempre foi e nunca percebeu) lésbica. A primeira dela era mandona e a sufocava, porém tinha várias amantes. Ela? Era reprimida e aguentava calada… Até que um dia decidiu mudar pro centro do país… E lá vive… Talvez feliz…

  2. Ayana, faz um tempo que não comento aqui mas leio sempre os teus textos. Essa sensação dura há muito tempo? Se sim, então está no momento de provocar a mudança, não? Sobretudo se eventualmente te vês “destruída” se não mudares nada. A menos que esse seja um objetivo, mas pelo tom da tua confissão não parece ser o caso. Sexo é bom, mas não é tudo, na minha humilde opinião. É vital, mas creio que não se sustenta sozinho. Estava pensando aqui com os meus botões, que eu visito o teu blog por duas razões: porque o tema me interessa e porque escreves fantásticamente. Se, por acaso mudares de profissão/ocupação/cidade/tema de blog, é bem provavel que au continue a te ler :). A menos que decidas escrever sobre flores ou potes de barro…aí, não rola!
    Coragem mocinha. Tens várias vidas pela frente ;)

    • Oi, David!
      Você me deixou preocupada e com saudades! =)
      Essa sensação é muito inconstante, como muita coisa na minha vida. Uns dois meses atrás, eu estava pensando muito em sair daqui. Agora, voltei a me apegar ao que conquistei por aqui. É tão engraçado… talvez seja um receio de encarar o novo, principalmente se não for algo sexual.
      É o que dizem… vou sair da prostituição, mas a prostituição não vai sair de mim. Então é provável que mesmo não trabalhando, eu continue a escrever sobre este tema (ainda que eu tenha escrito tão pouquinho nos últimos meses). Aí quando as pessoas se cansarem de toda essa putaria, escreverei sobre meu segundo assunto preferido: flores e potes de barro =P
      Fiquei feliz com seu comentário!
      Beijinhos! =*

  3. Aff.
    morar em um lugar com contato com a natureza ? mas ai você vai querer abrir as pernas para os animais silvestres heheheee…
    vivenciar algo estimulante ? sei la… tenta pular de paraquedas com uma sombrinha, tenta pular de bug jump amarrada em um elastico hehehe…
    para né.
    Rodrigão.

    • Bom, abrir as pernas já não é esforço nenhum, com a vantagem de que um animal silvestre não expressaria ideias tão bestas como as de certos comentários…
      Suas sugestões são muito boas. Só queria dizer que não é necessário carregar uma sombrinha para saltar de paraquedas, se estiver chovendo é melhor nem saltar! E eu não tentaria pular de bungee jumping se não estivesse presa a um elástico. Imagina, se a corda não fosse elástica, eu poderia me machucar e morrer! Aí, quem teria a paciência de responder seus espirituosos comentários? =P
      Obrigada pela visita!
      Beijinhos!

  4. Pelo que me parece está muito deprimida. Talvez até doente.
    Leio seu blog tbm pq escreve muito bem e pq gosto de conhecer o ser humano atrás dessas linhas.

    Muda pra região de Campinas/SP e vem ser minha amiga.
    s2

    As vezes me sinto assim tbm. Mesmo tendo namorada.
    Mesmo as vezes fazendo maluquices para ter mais adrenalina como assim vc quer ter.

    Mas sinto q o oq precisava realmente é de uma amiga de verdade, Já tive muitos colegas e amigos. Com o tempo cada um tomou seu rumo. Já outros me decepcionaram.

    Mas hoje em dia com 29 anos é o que mais sinto mais falta, mesmo tentdo casa, carro, feito uma faculdade, tendo colegas, etc.

    Talvez seja o que você esteja precisando: uma amizade verdadeira.
    Tente pisar um pouco no freio também, pq as bebidas e as drogas em excesso nos deixam em estados depressivos. Isso também acontece cmg.

    Mesmo longe, vou desejar a ti energias positivas para que melhores e essa angústia suma de seu peito.

    Se cuida mocinha!!!
    Um abraço bem apertado! s2

    • Oi, Gaby!
      Eu estava meio deprimida mesmo, mas isso não é nenhuma novidade na minha vida, então eu acabo me recuperando rápido.
      Valorizo muito mensagens sinceras como a sua que vêm no momento certo. Talvez por isso eu publique esses desabafos na internet.
      Também sinto falta de amizades verdadeiras. As amigas com as quais convivo também são garotas de programa e eu sei que logo menos cada uma toma o seu rumo e desaparece. Já aconteceu algumas vezes…
      Obrigada pelas energias! =)
      Meu abraço apertado e meu beijinho em seu rosto! =*

  5. Olá, prazer, me chame de Eliza
    Não faço ideia de como vim parar no seu blog
    Mas confesso que estou faz cerca de 4 horas lendo seus textos
    Temos apenas 1 ano de diferença em idade
    Mas me sinto uma completa criança imatura perto de ti
    Já viveste tanto
    Sofreu tanto
    Amadureceu tanto também
    Mesmo sendo uma pessoa notavelmente inteligente, se entregou as drogas, talvez por deleite, talvez como válvula de escape para toda essa insanidade cotidiana da qual sempre fez parte
    Mas não deixaste de despertar em mim um grande respeito e admiração
    E um pouco de carinho e compaixão, também
    Vou acompanhar seu blog com frequência, gostei mesmo da sua pessoa, apesar de não conhece-la, me identifiquei contigo…
    E vou recomendar seu blog para o meu namorado e todas as pessoas pensantes que conheço
    Você daria uma excelente escritora, deveria se render aos estudos e cursar Letras, nem que fosse por uma faculdade a distancia (li o que disse sobre se sentir deslocada em uma sala de aula, eis uma boa solução para voltar a estudar sem sair do seu ‘universo’) e seguir carreira, tenho certeza de que adquiria um grande publico em pouco tempo!
    Parabéns, tens talento
    Passe bem, até a próxima =)

    • Prazer, Eliza! =)
      Eu não me sinto tão amadurecida, na verdade. Algumas situações do mundo adulto chegaram a minha vida muito cedo e simplesmente tive que lidar com elas. E nem sempre foi da melhor forma.
      Fiquei pensando na ideia de curso à distância e pesquisei algumas coisas na internet. Na verdade, eu cheguei até a me cadastrar em um, mas ainda não tive coragem de sequer abrir os e-mails que recebo. Acho que ainda não estou motivada para me dedicar.
      Gostei muito da sua visita e agradeço muito as recomendações.
      Beijos, beijos! E volte sempre!

Compartilhe também sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s